1. Obras de Arte
  2. Obras de Arte
  3. Desenho
  4. Malazarte

Malazarte

Nome da Obra: Malazarte
Autor: Helio Seelinger
Data: 1932
Formato: 15 cm x 18,5 cm
Detalhes: Desenho a lápis de cor – assinado no canto inferior esquerdo (sem moldura)
Preço: Sob Consulta

SOBRE O AUTOR

Helios Aristides Seelinger (Rio de Janeiro, Rio de Janeiro,m 1878 – idem 1965). Pintor, desenhista, caricaturista. Forma-se na Escola Nacional de Belas Artes (Enba) entre 1891 e 1896, e freqüenta também o ateliê dos irmãos Henrique Bernardelli (1858-1936) e Rodolfo Bernardelli (1852-1931). Aconselhado por Henrique, parte para a Alemanha em 1897, onde permanece até 1900. Freqüenta a Academia Azbe e a Academia de Munique e é aluno do pintor Franz von Stuck (1863 – 1928). Retorna ao Brasil em 1901 e no ano seguinte realiza uma exposição individual na redação da revista O Malho, com boa parte da produção realizada em Munique. Na segunda viagem à Europa, orientado novamente por Bernardelli, fixa-se em Paris, onde realiza estudos de aperfeiçoamento com Jean-Paul Laurens (1838 – 1921). Após o fim de sua pensão, retorna algumas vezes à Europa para estadas em Paris e em outras capitais até às vésperas da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), quando se estabelece definitivamente no Rio de Janeiro. Por volta de 1907, trabalha como assistente do pintor Eliseu Visconti (1866-1944) em Paris. Foi, por vários anos, funcionário do Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), no Rio de Janeiro, que em 1943 organizou exposição retrospectiva do artista, em comemoração de seu cinquentenário artístico.

Exposições Individuais

1901 – Rio de Janeiro RJ – Individual, na Sede de O Malho
1908 – Rio de Janeiro RJ – Idividual, no Museu Comercial do Rio de Janeiro
1935 – São Paulo SP – Individual, na Galeria Martim
1943 – Rio de Janeiro RJ – Exposição Comemorativa do Cinquentenário do Artista, no MNBA

Exposições Coletivas

1902 – Rio de Janeiro RJ – 9ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba – prêmio de viagem ao exterior
1903 – Rio de Janeiro RJ – 10ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1904 – Rio de Janeiro RJ – 11ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1912 – Rio de Janeiro RJ – 19ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1913 – Rio de Janeiro RJ – 20ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1914 – Rio de Janeiro RJ – 21ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1916 – Rio de Janeiro RJ – 23ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1917 – Rio de Janeiro RJ – 24ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1918 – Rio de Janeiro RJ – 25ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1919 – Rio de Janeiro RJ – 26ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1919 – Rio de Janeiro RJ – Exposição Carioca de Gravura e Água-Forte
1920 – Rio de Janeiro RJ – 27ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1921 – Rio de Janeiro RJ – 28ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1922 – Rio de Janeiro RJ – 29ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1923 – Rio de Janeiro RJ – 30ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1924 – Rio de Janeiro RJ – 31ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1926 – Rio de Janeiro RJ – 33ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1928 – São Paulo SP – Grupo Almeida Júnior, no Palácio das Arcadas
1929 – Rio de Janeiro RJ – 36ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1930 – Rio de Janeiro RJ – 37ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1931 – Rio de Janeiro RJ – Salão Revolucionário, na Enba
1933 – Rio de Janeiro RJ – 40ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1934 – Rio de Janeiro RJ – Salão do Núcleo Bernardelli, na Enba
1935 – São Paulo SP – 3º Salão Paulista de Belas Artes
1936 – São Paulo SP – 4º Salão Paulista de Belas Artes
1937 – São Paulo SP – Grupo Almeida Júnior, no Palácio das Arcadas
1937 – São Paulo SP – 5º Salão Paulista de Belas Artes
1939 – São Paulo SP – 6º Salão Paulista de Belas Artes
1940 – Porto Alegre RS – 2º Salão do Instituto de Belas Artes do Rio Grande do Sul
1940 – São Paulo SP – 7º Salão Paulista de Belas Artes, no Salão de Arte Almeida Júnior da Prefeitura Municipal
1942 – São Paulo SP – 8º Salão Paulista de Belas Artes, na Galeria Prestes Maia
1943 – São Paulo SP – 9º Salão Paulista de Belas Artes, na Galeria Prestes Maia
1944 – Rio de Janeiro RJ – 50º Salão Nacional de Belas Artes, no MNBA
1948 – Rio de Janeiro RJ – Salão dos Humoristas da Sociedade dos Artistas Nacionais
1949 – São Paulo SP – 15º Salão Paulista de Belas Artes, na Galeria Prestes Maia
1950 – Rio de Janeiro RJ – Um Século da Pintura Brasileira: 1850-1950, no MNBA
1951 – Rio de Janeiro RJ – 57º Salão Nacional de Belas Artes, no MNBA
1955 – Rio de Janeiro RJ – 4º Salão Nacional de Arte Moderna
1960 – Rio de Janeiro RJ – 9º Salão Nacional de Arte Moderna, no MAM/RJ

Exposições Póstumas

1974 – Rio de Janeiro RJ – Exposição da obra Os Três Endiabrados no Acervo  A Peça do Mês, no MNBA
1980 – Rio de Janeiro RJ – Individual, no Museu Histórico da Cidade (Parque da Gávea)
1981 – Rio de Janeiro RJ – Universo do Carnaval: imagens e reflexões, na Acervo Galeria de Arte
1984 – Fortaleza CE – 7º Salão Nacional de Artes Plásticas
1984 – Rio de Janeiro RJ – 7º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ
1984 – Rio de Janeiro RJ – Doações Recentes 82-84, no MNBA
1984 – Rio de Janeiro RJ – Salão de 31, na Funarte
1986 – São Paulo SP – Dezenovevinte: uma virada no século, na Pinacoteca do Estado
1993 – Rio de Janeiro RJ – Brasil, 100 Anos de Arte Moderna, no MNBA
1993 – São Paulo SP – O Desenho Moderno no Brasil: Coleção Gilberto Chateaubriand, na Galeria de Arte do Sesi
1994 – Rio de Janeiro RJ – O Desenho Moderno no Brasil: Coleção Gilberto Chateubriand, no MAM/RJ
1994 – São Paulo SP – Bienal Brasil Século XX, na Fundação Bienal
1994 – São Paulo SP – Um Olhar Crítico sobre o Acervo do Século XIX, na Pinacoteca do Estado
1998 – Porto Alegre RS – Acervo: Instituto de Artes 90 Anos, na UFRGS. Instituto de Artes
2000 – Porto Alegre RS – De Frans Post a Eliseu Visconti: acervo Museu Nacional de Belas Artes, no Margs
2000 – Rio de Janeiro RJ – Quando o Brasil era Moderno: artes plásticas no Rio de Janeiro de 1905 a 1960, no Paço Imperial
2002 – Brasília DF – Barão do Rio Branco: sua obra e seu tempo, no Ministério das Relações Exteriores. Palácio do Itamaraty
2003 – São Paulo SP – Arte e Sociedade: uma relação polêmica, no Itaú Cultural

Menu