Manual dos AnfitriõesDeGUSTAR - coisas boas da vidaA História da V.Os Segredos do Amor e de Vênus de Luisa SigeaMPB - Versos Para Sua Prosa II
   
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
 
MPB - Versos Para Sua Prosa II
 
 
 
 
 
 
QUEM SOMOS
   
 
Manual dos Anfitriões
   
 

    ampliar capa
     
 

Título: Manual dos Anfitriões (Elementos
de Civilidade Gastronômica | A Arte de Trinchar Carnes | A Arte de Compor Cardápios)
Selo: Degustar Gastronomia
Autor: Grimod de la Reynière
Tradução:
José Manoel Bertolote
Gênero:
Gastronomia
Ano: 2005
Edição:

Número de páginas: 274
Formato: 14 X 21cm
Acabamento:
Brochura
ISBN: 8598957038
Preço: R$ 49,00

 
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
Frete Grátis para todo o Brasil
 

Dê sua nota para o livro:

O livro

Grimod ensina Anfitriões e Convivas como comportar-se à mesa.

A "ciência gastronômica" nasceu praticamente na França, entre meados do século XVIII e o começo do século XIX. No Manual dos Anfitriões, Grimod de la Reynière se propõe a recuperar as melhores tradições gastronômicas e as boas maneiras à mesa francesas, que tinham sido perturbadas pela Revolução Francesa. Obra de importância basicamente gastronômica, interessa também pelos aspectos históricos, sociais e políticos que cobre, em linguagem finamente irônica com que retrata os costumes de uma época que marcou profundamente todas as que vieram a seguir. É leitura indispensável para se entender o comportamento à mesa de pessoas educadas segundo a melhor tradição européia. Obra concebida em três partes. Na primeira parte apresenta o "código dos deveres recíprocos de Anfitriões e Convivas, mais ligado à Moral e ao uso do mundo do que à Cozinha". A segunda e terceira partes abordam, respectivamente, A Arte de Trinchar Carnes e a A Composição de Cardápios, estes, sim, mais ligados à culinária que à vida social.

A Arte de trinchar carnes mostra com gráficos ilustrativos como cortar as diferentes carnes de animais, aves, peixes, com elegância e arte. Palavras do Grimod "Podemos comparar o anfitrião que não sabe trinchar carnes e servir, a quem possui uma bela biblioteca mas não sabe ler. Os dois são uma vergonha!"

A arte de compor cardápios define o que se entende por cardápios e como se deve elabora-los, de acordo as estações do ano e o número de convidados.Que tal uma refeição com mais de sessenta pratos!

A história do livro

A Revolução Francesa (ou melhor, o período de Terror que a seguiu) eliminou boa parte dos nobres e senhores que empregavam os melhores cozinheiros, confeiteiros, doceiros e padeiros da época. Subitamente desempregados, os mais espertos destes abriram os primeiros restaurantes e as primeiras confeitarias de Paris e da França. Ao mesmo tempo em que se empenhou em avaliar e classificar esses novos estabelecimentos, (nos Almanaques dos Gastrônomos, publicados de 1803 a 1813), Grimod de la Reynière dedicou-se também, com o Manual dos Anfitriões, lançado em 1808, a educar a nova burguesia emergente em relação às boas maneiras à mesa. Traduzido pela primeira vez no Brasil, esta edição do Manual dos Anfitriões inclui ilustrações e vinhetas do início do século XIX.

O que se diz

Esta obra, citada por Jeffrey Steingarten em seu best-seler O Homem que Comeu de Tudo é, segundo seu autor, uma "obra indispensável a todos aqueles desejosos de oferecer uma boa mesa e de fazer com que os demais façam o mesmo".

O autor

Grimod de la Reynière (1758-1837) foi o árbitro da gastronomia na França entre 1803 e 1813, e o inventor do primeiro sistema de avaliação e classificação de restaurantes e confeitarias parisienses, precursor direto das notas do Gault-Millaut e das estrelas do Guia Michelin, bem como de todos os que os imitaram.

 

Copyright © 2006 - 2015 - Editora Degustar Ltda. - todos os direitos reservados - Desenvolvimento: Andréia Cândido
É proibida a reprodução do conteúdo deste site em qualquer meio de comunicação sem autorização.
HOME FALE CONOSCO Assine nossa Newsletter